quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Patrimônio Outubro 2017 - R$ 19.229,18

Buenas!

O aporte e a situação financeira do mês de outubro podem ser muito bem representados pela expressão: Que merda, hem!

Bom, vamos direto ao patrimônio outubro 2017:
Tesouro Direto: R$ 4.304,87;
Sofisa: R$ 12.687,31;
Empréstimo pessoal: R$ 2.237,00.
Total: R$ 19.229,18.

Isso mesmo, a evolução patrimonial foi, na verdade, uma "devolução" patrimonial. Mas nada que me abale. Ao menos recebi boa parte do empréstimo pessoal.

Seguindo adiante.

Fugindo, pela primeira vez neste blog, da estrita questão do meu patrimônio, tem um assunto que tem me tomado algum tempo, mas que até o momento não achei solução.

Tenho um filho (pré-adolescente), e ele já está lidando com dinheiro, mesmo que não diariamente. Por essa razão, acho que já passou da hora de lhe passar algum conhecimento sobre finanças pessoais.

Meu pai sempre foi financeiramente inteligente. Sempre viveu abaixo de suas possibilidades e investiu o restante. Entretanto, só sei disso por observação. Nunca tive uma conversa ou explicação sobre o assunto. Inconscientemente absorvemos conhecimento observando o comportamento de nossos modelos. Eu absorvi algumas ideias do comportamento que observei no meu pai, mas isso não foi suficiente. Apesar de não ser um maluco da Matrix, torrando tudo em lifestyle e status, até pouco tempo atrás não tinha a consciência financeira e hábito de investir que adquiri no último ano, após acesso à blogosfera e obras do Gustavo Cerbasi.

Quero fazer diferente com o meu filho e lhe passar algum conhecimento além do exemplo.

Ocorre que não encontrei literatura adequada à idade dele.

Costumo adquirir livros da amazon.com, pois tenho um Kindle. Fazendo pesquisa na página dessa loja virtual (e em algumas outras também), achei alguns livros de finanças infantis, mas que têm conteúdo direcionadas a crianças mais novas (não vejo razão para  um livro sobre finanças pessoais para uma criança de 05 anos que sequer foi até a padaria comprar uma Plutonita (no meu tempo era Ploc ou Ping Pong)).

Encontrei também alguns livros para adulto mas que os comentários diziam que era extremamente básico. Até adquiri um que estava em promoção e que os comentários indicavam que era um livro sofre finanças pessoas bem básico. Entretanto, quando comecei a ler percebi que eram citadas expressões da área financeira sem as explicações a respeito.

É um livro escrito em forma de conto, para que a leitura seja mais agradável e menos teórica. Mas, por exemplo, já no primeiro capítulo um dos personagens entra em um esquema de pirâmide e o outro tenta lhe ajudar mostrando que não é uma boa ideia, e.t.c. Ocorre que a obra não traz uma explicação sobre o que seria um esquema de pirâmide.

Esse é, portanto, um livro que não interessa a quem já tem informação sobre finanças pessoais, pois não apresenta nenhuma ideia mais avançada, mas também não interessa a quem não sabe nada, pois usa termos conhecidos apenas por que já tem algum conhecimento sobre a matéria. Ou seja, nesse aspecto, achei uma porcaria.

Tentei lei para o meu filho "O homem mais rico da babilônia". Traz ensinamentos em forma de contos, capítulos curtos, entretanto a linguagem não é acessível para uma criança (e também para muitos adultos desse nosso Brasilsão). Então eu li o primeiro capítulo parando a cada parágrafo para lhe "traduzir" o conteúdo do texto (ele se interessou pela história, mas o progresso é muito lente e temo que isso prejudique a absorção das ideias que a obra quer passar).

Pensei no Pai Pobre Pai Rico, mas acho que muito pouco se aproveita dessa obra, em razão de ser contextualizada no ambiente americano, em uma realidade muito diferente da que meu filho conhece.

Tenho passado verbalmente algum conhecimento para ele sempre que surge oportunidade. Entretanto, acho que uma obra, onde as ideias são organizadas e as palavras pensadas e repensadas, seria mais produtivo.

Enfim, sigo na busca de algum material interessante.

Se algum dos dois gatos pingados que leem isso aqui tiverem conhecimento sobre obras básicas com linguagem e conteúdo acessível para crianças e adolescentes (não precisa ser obra infantil), por favor deixe nos comentários.

Torçamos para que eu ache alguma obra adequada e que no próximo mês o aporte seja, ao menos, positivo.

No próximo mês devo trazer outro assunto que tem me tomado tempo de reflexão: meu financiamento habitacional!

Por enquanto é isso pessoal.

5 comentários:

  1. Ótima atitude com seu filho, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá Apócrifo, muito legal da sua parte querer ensinar sobre seu filho. Quanto mais cedo melhor. Como sugestão, há um livro chamado "O Menino do Dinheiro", que fala sobre educação financeira infantil. Agora não sei se é bom, pois já vi alguns professores do ensino fundamental o usando em sala de aula aqui na escola que leciono.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Meu filho ainda é pequeno, mas quero ensiná-lo a lidar com o dinheiro !! quem sabe ser melhor do que eu nesse quesito rs

    ResponderExcluir
  4. Sugestão o livro do Gustavo Cerbasi- País inteligentes enriquecem seus filhos, parece-me adequado.

    Muito bom você adquirir bastantes livros, também faço isso são uma ótima forma de aprendizado e um grande investimento

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  5. Se você está procurando apartamentos de alto padrão na praia, conheça a Riviera de São Lourenço. Um ótimo lugar para investimentos! Acesse: www.pratesimoveisriviera.com.br

    ResponderExcluir